segunda-feira, novembro 29

Viva Hate! ou Monday bloody Monday

Não há réstia de pinga de neutrão de paciência para mais nada dos Rolling Stones (na verdade nunca houve), muito menos para a morte deles ou de um só. Vai ser terrivel.


Senhores assustadores: sei perfeitamente que a maior parte acompanha a blogosfera. Se eu não vos der uma moeda ao longo de uma semana, tal significa que não vos darei uma moeda na próxima ou nas seguintes. A toxicodependência pode ser um fenómeno extremamente social, mas eu só sou, no máximo, outro fenómeno extremamente social; pelo que não me sinto minimamente responsável pelas vossas gramas maradas. E estaciono muito bem sem o "bênha-bênha-ó-colega!" (é por esta que sei que eles acompanham a blogosfera).


Se vou quase sempre àquele restaurante, porque é que às vezes não tenho mesa à beira da janela? Se é quase só por ela que eu vou lá? E, já agora; porque é que o livro ou a revista tem de abrir alas às travessas? Não é tudo comida?


Por amor de quem lá têm! Deixem de gravar novas versões de "Cheek to Cheek". Já temos a da Ella com o Louis. E; porra, não a ponham a acompanhar iogurtes ou derivados. A sério.


Por falar nisso: parem de me assassinar álbuns ou bandas só porque vocês são jovens e gostam de música e trabalham em empresas de publicidade. Paguem ao Rodrigo Leão, que ele faz-vos o belo jingle.


NÃO PODE SER PEPSI NEM SPRITE!


Costello: ou cospes a bola de golfe ou deixas de cantar.
Quem te avisa teu amigo é.


Senhores taxistas: se eu viro para a garagem depois de sinalizar a mudança de direcção é porque moro aqui e tenho garagem e já quero ir para casa. Não tenho culpa nenhuma de vos fazer mandar uma abaixo ou mesmo travar e, convenhamos, quinze segundos depois vocês já não se lembram da desfaçatez.


Por favor! Parem de me massacrar com as novas divas do 'jazz'! Ponham-nas a cantar outras merdas. De cada vez que as vestem com aquele calor aveludado, como se todas fossem filhas de Nova York, dão-me um banho criogénico.


Ir ao cinema é como ir à missa: aceito que consumam pipocas sem cheiro se as desfizerem entre a língua e o céu da boca, como uma hóstia.


A cena da "Fonte" do Duchamp é um urinól ao contrário.

7 daguerreótipos:

Blogger margarete said...

LOL
gosto deste paulo que se apresenta!

pois sim srs!

e... para mim tb NÃO PODE SER PEPSI NEM SPRITE!


: P

6:41 da manhã  
Blogger M said...

(imensa gargalhada) ILY-Blog ;-D

1:35 da tarde  
Blogger jm said...

a indignação ;) a revolta explicada :) e o mundo metido consigo mesmo ;) ficam-te bem!

um gole de sumo de maça e upa! tudo na mesma.

«Everyday is like Sunday
Everyday is silent and grey
Hide on the promenade
Etch a postcard :
"How I Dearly Wish I Was Not Here"»

parte de uma letra de Stephen Patrick Morrissey

2:11 da tarde  
Blogger N. said...

Gosto mesmo quando fazes esta vertigem de associações!
Yesss!

2:30 da tarde  
Blogger N. said...

não sei é se te escapas, herege, da afronta com a bola de golfe!

2:32 da tarde  
Blogger Ana said...

hehehe O gaijo passou-se carago! É assim meiiismo e mai-nada. A das janelas também ainda me está atravessada e nem cheguei a engolir a afronta quando aconteceu com o Tomás.

11:37 da manhã  
Blogger Calamity Spot said...

aqui respiro de alívio (estes posts fazem-me bem). :)*

ah, e para que conste, NÃO PODE SER PEPSI NEM SPRITE NEM SUMOL! se é Compal, é Compal! B)

9:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Blogs:

Silêncio - Húmus - Little Black Spot - Coisa Ruim - RainSong - Acknowledge Yourself - Citador - Laranja Amarga - O mundo à minha procura - Via da Verdade - Elasticidade - A Magnólia - Chafarica Iconoclasta - Que farei quando tudo arde? - Almocreve das Petas - Um Blog Sobre Kleist - Welcome to Elsinore - Eternuridade - Touch of Evil - Todos os Guarda-Chuvas de Londres - As Ruínas Circulares - Substrato - Inner Mirror - Espelhos Velados - À Espera dos Bárbaros - Vadiar - Respirar o mesmo ar - Bloguítica - Estrela Cansada - JPCoutinho - Juramento Sem Bandeira - Viva Espanha - Torneiras de Freud - Crónicas da Terra - Desassossegada - Homem a Dias - Rua da Judiaria - Roda Livre - Tempo Dual - Triciclo Feliz - Ponto em Fuga - Dragoscópio - A Natureza do Mal - Portugal dos Pequeninos - Avatares de Desejo - Fora do Mundo - Universos Desfeitos - A aba de Heisenberg - Reflexos de Azul Eléctrico - Charutos, Jazz, Uísque e Blog - Daily Dose of Imagery - Vitriolica - Mola de Roupa - The Serendipitous Cacophonies - As Barbas do Hernani - O Inimigo Musical - you've been flirting away - Carrocel Estelar - Dias com árvores - trato-me por tu - um mundo imaginado - O Estrelado - Um Lugar Chamado Perdição - a (in)visibilidade das coisas - Abóbora-Menina - Ardeu a Viola - o último metro - Contra a Corrente - such beautiful poses - VitorRua's Weblog - Callas em vez de televisão - Pula Pula Pulga - Viver todos os dias cansa - No Arame - Quartzo, Feldspato & Mica - Universos Desfeitos - Linha dos Nodos - zé aquilino santos, o passageiro... - Last Tapes - Random Precision - Gotas d'Água - Bodião Reticulado - O Talento da Mediocridade - A vida é larga - Policromia - Vazio - Diário de Bordo - Blog do Desassossego - Glooka - ante mare, undae - A razão tem sempre cliente - Instalação - Paredes Oblíquas - Voz do Deserto - Onde eu estou. - No Bairro do Aleixo - Polegadas - Silvia Sem Filtro - H Gasolim Ultramarino - educação sentimental - Escrúpulos Precários - Paralelo.36 - 10 Segundos - Estórias D'Embalar - silsmaria - Eros & Thanatos - A arte da fuga - As Aranhas - Cidade Surpreendente - a forma do jazz - Da mão para a boca - sob a Terra - Post Secret

Arquivos:

:Setembro 2004::Outubro 2004::Novembro 2004::Dezembro 2004::Janeiro 2005::Fevereiro 2005::Março 2005::Abril 2005::Maio 2005::Junho 2005::Julho 2005: