quarta-feira, junho 29


Viner | Nine to Fiver

4 daguerreótipos:

Blogger kutusov said...

A lua reflectida não parava quieta na superfície da água e, no entanto, tal não me perturbava. Pelo contrário. Tinha vindo desenvolver a minha embriaguez e pensamentos sobre ela a este bar á beira rio, mas não esperava esta lua. A outra de branco volta e meia olha para mim. Mas eu vim a um bar sozinho, fazer aquilo que se devia fazer num bar: beber e, quem sabe, pensar um pouco. Aqui ninguém vai comentar segunda que eu estava ali, ninguém vai matar saudades. Estou eu e um copo furado cujo fundo revela um mundo torto mas (curioso) mais direito do que o que dizem ser verdade. O vento não ajuda porque a brisa teima em tapar com o cabelo a boca daquela de branco que olha e os olhos que olham, olham por isso mais e mais. Quebram o encanto da minha inviabilidade, sim, estou aqui, alguém me vê e por isso me denuncia perante mim mesmo. Parece-vos parvo ou familiar? A conta cresce e desta vez calhou estar ao teu lado e em busca dos nossos copos, tocar na tua pele, cruzar olhares e corar. Sim, vejo-te, mas não digas nada a ti, sim? Que vim eu aqui fazer? Ah... sim.... pensar naquela que devias ser tu, tal como eu te vejo.... Mas já o meu médico diz que eu sou míope. Posso ser operado aos olhos, mas fico mais sensível á luz. Bolas, mais ainda?! Bom, estás de saída, tens muitos amigos. Boa noite sonho, despenho-me de volta ao mundo acordado. ?Era mais um Buschmills, se faz favor....?- ?É o ultimo, está bem? Vamos fechar e, se não se importa, gostava de receber...?

5:24 da manhã  
Blogger bertus said...

...encolhi os ombros. Afinal que se lixassem os pássaros que se me cagarem a camisa alguém a há-de lavar afinal para que é que a Isaura me serve senão também para isso? mas o que me está a tramar mesmo é a puta da cadeira eléctrica, que isto deve ter sido brincadeira do Ramos que sei por portas e travessas que o gajo prometeu que me havia de limpar o sarampo por eu ter sido promovido antes dele; quem me garantiu isto foi o Nunes que cá para mim também deve ter dado uma mãozinha nos aspectos técnicos da cadeira ao Ramos...
...e se eu hoje decidisse voltar atrás e desandar daqui para fora até à praia por exemplo? mas...acho que não tenho coragem para tanto; prefiro sentar-me e morrer...a trabalhar. estúpido do caraças!!

9:52 da tarde  
Blogger da. said...

...para trás, para trás, caído no meio dos pássaros: e depois estava ali, e aqui oiço-te de cor e sem palavras
até à asfixia esbranquiçada de um mar em raiva manchado de um silêncio tão íngreme; caído, por entre o raio dos pássaros numa solidão onde de tanto esperar em noite cresceram os computadores ligados à tomada, e eu aqui caído e sem sentido, sem ser sentido, perdido, na gravata negra dos meus dias...

7:49 da tarde  
Anonymous Rafa said...

Que evoca esta imagem... Só peço uma coisinha: Se puderem, leiam um livrinho do heterodoxo antropólogo Carlos Castaneda e que se chama: El lado activo del infinito (Não sei como que é intitulado en português). Só, y uma vez lido, olharemos com outros olhos o dessenho desta imagem.
Cumprimentos, Rafa.

9:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Blogs:

Silêncio - Húmus - Little Black Spot - Coisa Ruim - RainSong - Acknowledge Yourself - Citador - Laranja Amarga - O mundo à minha procura - Via da Verdade - Elasticidade - A Magnólia - Chafarica Iconoclasta - Que farei quando tudo arde? - Almocreve das Petas - Um Blog Sobre Kleist - Welcome to Elsinore - Eternuridade - Touch of Evil - Todos os Guarda-Chuvas de Londres - As Ruínas Circulares - Substrato - Inner Mirror - Espelhos Velados - À Espera dos Bárbaros - Vadiar - Respirar o mesmo ar - Bloguítica - Estrela Cansada - JPCoutinho - Juramento Sem Bandeira - Viva Espanha - Torneiras de Freud - Crónicas da Terra - Desassossegada - Homem a Dias - Rua da Judiaria - Roda Livre - Tempo Dual - Triciclo Feliz - Ponto em Fuga - Dragoscópio - A Natureza do Mal - Portugal dos Pequeninos - Avatares de Desejo - Fora do Mundo - Universos Desfeitos - A aba de Heisenberg - Reflexos de Azul Eléctrico - Charutos, Jazz, Uísque e Blog - Daily Dose of Imagery - Vitriolica - Mola de Roupa - The Serendipitous Cacophonies - As Barbas do Hernani - O Inimigo Musical - you've been flirting away - Carrocel Estelar - Dias com árvores - trato-me por tu - um mundo imaginado - O Estrelado - Um Lugar Chamado Perdição - a (in)visibilidade das coisas - Abóbora-Menina - Ardeu a Viola - o último metro - Contra a Corrente - such beautiful poses - VitorRua's Weblog - Callas em vez de televisão - Pula Pula Pulga - Viver todos os dias cansa - No Arame - Quartzo, Feldspato & Mica - Universos Desfeitos - Linha dos Nodos - zé aquilino santos, o passageiro... - Last Tapes - Random Precision - Gotas d'Água - Bodião Reticulado - O Talento da Mediocridade - A vida é larga - Policromia - Vazio - Diário de Bordo - Blog do Desassossego - Glooka - ante mare, undae - A razão tem sempre cliente - Instalação - Paredes Oblíquas - Voz do Deserto - Onde eu estou. - No Bairro do Aleixo - Polegadas - Silvia Sem Filtro - H Gasolim Ultramarino - educação sentimental - Escrúpulos Precários - Paralelo.36 - 10 Segundos - Estórias D'Embalar - silsmaria - Eros & Thanatos - A arte da fuga - As Aranhas - Cidade Surpreendente - a forma do jazz - Da mão para a boca - sob a Terra - Post Secret

Arquivos:

:Setembro 2004::Outubro 2004::Novembro 2004::Dezembro 2004::Janeiro 2005::Fevereiro 2005::Março 2005::Abril 2005::Maio 2005::Junho 2005::Julho 2005: